Copa América 2021 terá premiação maior, vacina para Covid-19 e árbitros europeus

Publicado em Categorias Copa América 2021 noticias

A Conmebol anunciou que aumentou a premiação da Copa América 2021, que será disputada entre 13 de junho e 10 de julho, na Argentina e na Colômbia. Agora, quem faturar a competição entre seleções mais antiga do planeta receberá US$ 10 milhões (cerca de R$ 57 milhões), além dos US$ 4 milhões (cerca de R$ 23 milhões) que já seriam entregues a quem participar do torneio como forma de cobrir custos de preparação e logística.

A Conmebol anunciou a medida para aumentar o interesse dos times da Copa América 2021 que disputarem o torneio. Para se ter uma ideia, na edição anterior do torneio, disputada em 2019, no Brasil, os donos da casa embolsaram US$ 7,5 milhões após faturar o caneco. A confederação sul-americana, porém, não informou as demais premiações conforme a colocação ao final do torneio.

Segundo o Conselho da Conmebol, o objetivo de tal medida é tornar a competição mais atrativa e competitiva, conforme detalhou em comunicado oficial.

Vacinação para seleções da Copa América

A Conmebol também anunciou que receberá um lote de 50 mil doses de vacina contra a Covid-19 que foi doada à entidade pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech.

Em nota, a Conmebol afirmou que os responsáveis pela direção jurídica e médica de cada confederação nacional se reuniram virtualmente com a entidade para finalizar os detalhes legais, organizacionais e logísticos da vacinação para o futebol sul-americano.

Segundo a entidade que rege o futebol na América do Sul, a prioridade é vacinar jogadores, comissões técnicas, árbitros e funcionários envolvidos na organização da Copa América 2021.

Ainda de acordo com a confederação sul-americana, a vacina não será obrigatória, e o jogador que optar por não ser vacinado não será penalizado ou excluído das competições

Árbitros da Copa América

Ainda em relação à Copa América 2021, o presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, celebrou que o torneio terá equipes de arbitragem europeias. Segundo ele, a medida foi tomada para promover um intercâmbio entre sul-americanos e europeus, já que a UEFA também escalará juízes latinos na Eurocopa 2021.

Porém, os árbitros que atuarão nas duas competições ainda não foram definidos, nem em quantos jogos apitarão fora de seus continentes. Esta será a primeira vez que um árbitro europeu apitará um jogo da competição entre seleções mais antiga do futebol mundial.

>>> Saiba mais aqui: