Argentina e Colômbia continuarão a sediar a Copa América 2021

Publicado em Categorias Copa América 2021 noticias

Não foi suspensa nem foi alterada a data da Copa América 2021. Apesar da crise sanitária, da ordem pública e de outras crises que as duas sedes do evento enfrentaram, os planos para realizar as partidas continuam conforme planejado.

CONMEBOL se reuniu para decidir

Apesar dos problemas de ordem pública que a Colômbia sofreu nas últimas semanas, o país cafeeiro continua a sediar o evento. Na quarta-feira, durante o dia da Copa Libertadores, houve gás lacrimogêneo nas proximidades do estádio, devido a confrontos entre manifestantes e policiais. Isso fez com que as equipes fossem obrigadas a voltar ao vestiário e o jogo começar uma hora depois.

A Argentina vive uma crise de saúde semelhante como resto do continente, mas também continuará como país anfitrião. São boas notícias, já que o jogo de abertura da Copa América 2021 é em duas semanas!

A confirmação veio após o conselho ordinário da CONMEBOL, realizado nesta quinta-feira. Nele, também foram decididos as sedes para as finais dos torneios de clubes no continente durante o restante de 2021 e no próximo ano.

Recentemente, surgiram propostas para a realização da Copa América no Chile ou no Paraguai, mas não será necessário. A situação nos dois países continuará a ser monitorada, especialmente na Colômbia.

Iván Duque garantiu as condições

O presidente da Colômbia, Iván Duque, assegurou que estão garantidas as condições de biossegurança para a realização do torneio. Seria em formato de “bolha” e como precedente estão os jogos da Copa Libertadores, da Copa Sul-Americana e das ligas nacionais.

“Seria ilógico se um torneio nacional e a Copa Libertadores da América pudessem ser disputados e cinco times não pudessem jogar em um ambiente seguro, em uma bolha”, disse Duque à EFE.

Mais informações: