Argentina na Copa América 2021 procura voltar à glória

Nas quase últimas três décadas, a Seleção Argentina conseguiu chegar ao primeiro lugar na Copa América apenas uma vez. Isso ocorreu no campeonato realizado no Equador, em 1993, quando venceu o México. Entretanto, ela foi vice-campeã em quatro das últimas seis edições, então é calro que este ano eles irão com toda a vontade de quebrar essa seqüência e finalmente alcançar a vitória!

Copa América 2021: Calendario da Argentina

Data Hora Partida Sede
11 de junho 2021 20:00 🇦🇷 Argentina x Chile 🇨🇱 Buenos Aires
15 de junho 2021 19:00 🇦🇷 Argentina x Uruguay 🇺🇾 Córdoba
19 de junho 2021 20:00 🇦🇷 Argentina x Paraguay 🇵🇾 Buenos Aires
22 de junho 2021 20:00 🇦🇺 Austrália x Argentina 🇦🇷 Buenos Aires
27 de junho 2021 20:00 🇧🇴 Bolívia x Argentina 🇦🇷 La Plata

Todo o calendário está na hora de Brasília (GMT-3).

>> Calendario completo da Copa América 2021.

Previsão da Argentina para a Copa América 2021: Os favoritos

Nesta edição da Copa América, a Seleção Argentina é a favorita ao primeiro lugar no campeonato por seu talentoso time de jogadores e por ser também uma das sedes da Copa América 2021. E ainda tem Messi, o capitão da albiceleste, que tem sede pela vitória e que quer levar a taça para a Argentina.

Mas Messi não estará sozinho, Lautaro Márquez e Ángel Di María serão excelentes companheiros no caminho do sucesso. Além disso, são dirigidos por Lionel Scaloni, que conquistou boa imagem entre jogadores, torcedores e autoridades do esporte, o que lhe valeu a continuidade na equipe e a prorrogação do contrato para a Copa América 2021.

Outras equipes do Grupo B da Copa América 2021

🇦🇷 A Argentina lidera o sorteio do grupo que corresponde ao sul do continente, acompanhada por:
🇧🇴 Bolívia, que detém o título de campeão em 1963 e vice-campeão em 1997. É uma equipe com um sucesso modesto, mas que já se classificou para três copas do mundo.
🇨🇱 Chile, que sempre foi seu perigoso rival. Na Copa América 2019, o Chile perdeu por apenas 1 ponto para a Argentina na disputa pelo terceiro lugar.
🇵🇾 Paraguai, que chegou às quartas de final na Copa América anterior e foi derrotado pelo Brasil nos pênaltis.
🇺🇾 Uruguai, que liderou o grupo e chegou às quartas de final no campeonato de 2019.
🇦🇺 Austrália, time convidado, que tem histórico de empates e vitórias de times latino-americanos nas eliminatórias para o Mundial.

Equipe de Argentina em Novembro 2020

Vários jogadores terão a oportunidade de se recuperar graças ao adiamento da Copa América 2021, e a convocação será conhecida antes das últimas partidas da Seleção Argentina, em Dezembro.

  • Goleiros: Franco Armani (Club Atlético River Plate), Agustín Marchiesín (FC Porto), Esteban Andrada (Club Atlético Boca Juniors)
  • Zagueiros: Juan Foyth (Villareal CF), Nicolás Tagliafico (Ájax de Ámsterdam), Renzo Saravia (Sport Club internacional), Germán Pezzella (ACF Fiorentina), Ramiro Funes Mori (Club Atlético River Plate), Milton Casco (Club Atlético River Plate), Nicolás Otamendi (SL Benfica)
  • Meio-campo: Leandro Paredes (Paris Saint-Germain), Roberto Pereyra (Udinese Calcio), Marcos Acuña (Sevilla FC), Angelo Di María (Paris Saint-Germain), Guido Pizarro (Tigres UANL), Rodrigo De Paul (Udinese Calcio), Guido Rodríguez (Real Betis Balompié), Giovani Lo Celso (Tottenham Hotspur FC)
  • Atacantes: Lionel Messi (FC Barcelona), Sergio Agüero (Manchester City), Matías Suárez (Club Atlético River Plate), Paulo Dybala (Juventus FC), Lautaro Martínez (Inter de Milán)

Sergio Agüero, Giovani Lo Celso, Nicolás González, Germán Pezzella, Agustín Marchesín e Walter Kannemann podem mais uma vez estar disponíveis para serem convocados por Lionel Scaloni. Os cinco primeiros perderam a última qualificação devido a lesão, enquanto o último ficou ausente por estar com coronavírus.

História

A organização da Seleção Argentina data de 1893 e é a quarta na tabela histórica dos campeonatos mundiais de futebol. As seleções da Argentina e da França são as únicas do mundo que conseguiram vencer a Copa do Mundo, os Jogos Olímpicos, a Copa das Confederações, a Copa Intercontinental de Seleções e seus respectivos torneios regionais (Copa América e Eurocopa, respectivamente).

A Seleção Argentina sempre se destacou na Copa América, desde o seu início. O albiceleste, com 14 títulos, é o segundo time mais vencedor do campeonato, sendo Uruguai o primeiro com 15.

Na edição 2019, obteve o bronze que disputou contra o Chile, quando venceu por 2 a 1. Dada a qualidade de seus jogadores e seu histórico de sucesso em todos os campeonatos em que participa, a Argentina desperta a emoção de sua torcida e se torna uma das favoritas a conquistar a vitória.

Em toda a história da Copa América, a seleção argentina tem mais vitórias que qualquer outra seleção, já derrotou o adversário 122 vezes e caiu apenas 33 vezes. O país sul-americano também já sediou a copa 9 vezes e nesta última as expectativas são bastante altas.

A Argentina é o único time a vencer a Copa América três vezes consecutivas. Além disso, ele foi bicampeão três vezes.

Odds de apostas para Argentina na Copa América 2021

A Argentina é favorita em todas as casas de apostas da Copa América 2021. A equipe, que está à frente do seu grupo, tem um longo histórico de posições nas primeiras posições da Copa América. Apesar de ser a segunda equipe com mais taças e mais gols, atravessa uma sequência em que não alcança o primeiro lugar.

A albiceleste conseguiu erguer a taça pela última vez em 1993 e conquistou a posição de bicampeã em 2016. Na Copa América 2019 alcançou o terceiro lugar.

Em relação aos demais times da Copa América, a Argentina está acima do favorito e anfitrião da edição do ano passado, o Brasil. Em terceiro lugar dos favoritos está a Colômbia na Copa America 2021, que divide esta edição da Copa America com a Argentina.

O jogador chave de Argentina: Lionel Messi

Conhecido como Leo Messi, o lendário jogador é capitão da Seleção Argentina e do Barcelona. Morando em Barcelona desde a adolescência, Messi faz parte do Barça desde a Academia Juvenil e jogou sua primeira partida pela Seleção Argentina (depois de se recusar a fazer parte da Seleção Espanhola) em 2004, com a Seleção Sub-20.

Messi foi convidado por Pekerman para a Seleção Argentina em 2005 e é convocado desde então. Jogou pela primeira vez na Copa América 2011 e esteve na liderança da tabela de assistências, além de ter sido eleito o melhor jogador da partida na primeira, disputada contra a Bolívia. A frustração de Messi por perder um penalti na Copa América Centenário em 2016, perdendo para o Chile na final, levou o atacante a se demitir temporariamente da seleção nacional, embora depois tenha anunciado seu retorno em um comunicado e permanecido no time.

Após uma disputa entre o Barcelona e a Federação Argentina de Futebol, o Barça decidiu desistir do jogador para acompanhar seu time aos Jogos Olímpicos de 2008, onde conquistou a medalha de ouro ao vencer a Nigéria por 1 a 0.

Recordes de Messi

  • Em 2020, ele se tornou o primeiro jogador de futebol a receber o Prêmio Laureus, um prêmio especial concedido pela Laureus World Sports Academy aos melhores atletas do mundo.
  • Ele recebeu 6 bolas de ouro, 4 delas consecutivamente
  • Ele é o maior artilheiro da história do futebol no século 21 com 1.120 gols
  • Maior artilheiro da história do Barcelona: 630 gols
  • Maior número de gols marcados em um mesmo ano: 91 gols, em 2012
  • A maioria dos gols oficiais marcados em um ano (clube e seleção nacional), 1.003 gols em 870 jogos
  • Ganhou a Chuteira de Ouro 6 vezes

 

Mais informações sobre a Copa America 2021: