Equipes da CONMEBOL receberão vacina Sinovac de origem chinesa

Publicado em Categorias Copa América 2021 noticias

A CONMEBOL anunciou um acordo com a farmacêutica chinesa Sinovac Biotech Ltd. para a distribuição de 50.000 vacinas para times de futebol sul-americanos. Essas doses serão obtidas a título de doação e permitirão que competições de futebol como a Copa Sul-Americana e a Copa Libertadores continuem, e iniciarão outras que estão no horizonte, como a Copa América 2021.

Quem receberá a vacina?

As vacinas serão administradas em jogadores de futebol, técnicos, árbitros e demais integrantes dos principais times de futebol masculino e feminino da América do Sul. Será para plantéis da primeira divisão e estima-se que o processo de vacinação termine antes do jogo de abertura da Copa América 2021.

“É a melhor notícia que a família do futebol sul-americano pode receber, à qual devemos nossos melhores esforços na CONMEBOL. É um grande passo para derrotar a pandemia COVID-19, mas de forma alguma significa que estamos baixando a guarda. Manteremos o nosso trabalho responsável, o que nos permitiu concluir os nossos torneios de forma tranquila e sem alterar os formatos. Agradeço este grande gesto de solidariedade e apoio da empresa Sinovac, que entendeu que o futebol é uma atividade fundamental para a economia, a cultura e a saúde física e mental dos sul-americanos”, disse o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez.

As associações membros receberão em breve as indicações da CONMEBOL sobre a logística de aplicação das vacinas.

Um esforço conjunto

O Presidente da CONMEBOL também agradeceu a personalidades e diplomatas como o Presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou; o Secretário da Presidência, Álvaro Delgado; o Ministro do Esporte, Sebastián Bauzá; o embaixador do Uruguai na China, Fernando Lugris e o presidente da AUF, Ignacio Alonso. Ele destacou a gestão rápida e eficaz em uma situação tão particular em todo o mundo.

O Presidente do Uruguai foi encarregado por sua própria vontade para atuar como mediador perante a Sinovac Biotech Ltd. Esta ação conjunta é pioneira entre as confederações mundiais de futebol, nenhuma outra conseguiu um tratado semelhante.

Mais informação: