Em quem o Brasil deve ficar de olho na primeira fase da Copa do Mundo 2022?

3 min. de leitura

O Brasil vai enfrentar a Sérvia, a Suíça e Camarões na primeira fase da Copa do Mundo do Catar 2022. Conhecidos os adversários da fase de grupos, a pergunta que muitos torcedores brasileiros se fazem é: em quem a nossa seleção deve ficar de olho na primeira fase da Copa do Catar 2022

Para responder essa pergunta, fizemos uma análise minuciosa sobre cada um dos três adversários do Brasil na fase de grupos e vamos contar para você com quem a nossa seleção deve tomar cuidado. 

Sérvia: Ataque de respeito 

Como já sabemos, a Sérvia será o adversário do Brasil na estreia da Copa do Catar. E é bom os comandados de Tite, principalmente os que fazem parte do setor defensivo, ficarem ligados na dupla Tadic e Vlahovic. 

Para apresentar essa dupla, Tadic é o capitão do Ajax-HOL e um dos jogadores mais técnicos da seleção da Sérvia. Canhoto, Tadic é o grande responsável pelas bolas paradas e é quem comanda o ritmo do time dentro de campo. 

Já o centroavante Vlahovic é uma das grandes sensações do futebol europeu. O jogador tem apenas 22 anos, mas já é considerado um dos grandes camisas 9 do futebol mundial. Para se ter uma ideia, a Juventus-ITA pagou 80 milhões de euros para tirar o jogador da Fiorentina-ITA na última janela de transferências.

Suíça: ferrolho defensivo

A Suíça será o segundo adversário do Brasil na fase de grupos da Copa do Mundo 2022. Apesar de não ser considerada uma das favoritas ao título, é bom ficar de olho na seleção da Suíça, já que ela terminou as Eliminatórias da Europa para a Copa do Mundo 2022 na primeira posição da chave que tinha a Itália, atual campeã da Eurocopa 2020

Se o ataque não é um dos pontos fortes da seleção suíça, o mesmo não se pode dizer do setor defensivo. A equipe levou apenas dois gols nas Eliminatórias da Europa para a Copa 2022, ou seja, embora não tenha nenhum grande destaque individual, a disciplina tática e o jogo coletivo são as grandes armas da Suíça. 

Vale lembrar que na Copa de 2018, o Brasil enfrentou a Suíça na primeira fase e empatou por 1 a 1, o que mostra que não teremos um jogo fácil contra os suíços. 

Camarões: o grande azarão 

Camarões chega à Copa do Catar 2022 após se classificar com um gol no último lance no jogo contra a Argélia, válido pela última rodada das Eliminatórias da África para a Copa do Mundo 2022

E para tentar surpreender os adversários, entre eles o Brasil, a seleção africana conta com uma dupla de ataque conhecida no futebol europeu. Choupo-Moting, de 33 anos, e Ekambi, de 29 anos, são os grandes nomes de Camarões.  

Moting já passou pelo PSG-FRA, mas atualmente é reserva de Lewandowski no Bayern de Munique-ALE. Já Ekambi é um dos principais jogadores do Lyon-FRA e autor do gol que levou a seleção camaronesa para a Copa. Ou seja, é bom ficar atento com essa dupla que pode aprontar para o Brasil na última rodada da fase de grupos.