Com Alemanha e Dinamarca já na Copa do Mundo, veja a situação das Eliminatórias Europeias

Publicado em Categorias Copa do Mundo 2022 noticias

A Europa conhecerá nestas datas-Fifa seus próximos representantes na Copa do Mundo de 2022, que será disputada no Catar. Ao todo, oito seleções carimbarão seus passaportes de forma direta para o Mundial. Elas se unirão a Alemanha e Dinamarca, que se classificaram na última jornada do qualificatório, disputado em outubro.

Estas serão as últimas rodadas da fase de grupos do qualificatório. Os campeões de cada grupo têm vaga direta rumo ao Catar, enquanto os dez vice-campeões recebem mais duas seleções do ranking da Liga das Nações para formarem um chaveamento de 12 países que disputarão três vagas restantes na repescagem.

Pensando nisso, resolvemos fazer um apanhado da situação das seleções nas Eliminatórias da Copa do Mundo 2022 Europa. Confira abaixo.

Grupo A

Com um jogo e um ponto a menos que a Sérvia, líder do grupo, os comandados de Fernando Santos poderão assumir a ponta em caso de vitória ao visitarem a Irlanda, na quinta, o que os deixaria com a vantagem do empate no jogo decisivo contra os Bálcãs, que será disputado em 14 de novembro, em casa. De toda sorte, ambas estão garantidas ao menos na repescagem.

Grupo B

Com dois pontos a menos que a Suécia, a Espanha visita a Grécia, enquanto os escandinavos pegam a Geórgia, também fora de casa, em um jogo teoricamente mais fraco. A tendência é que os vice-campeões da Nations League cheguem à derradeira rodada, em 14 de novembro, precisando de uma vitória em casa no duelo entre as seleções líderes da chave. Se tropeçar e os suecos vencerem, a campeã mundial de 2010 terá de disputar sua sorte nas Eliminatórias.

Grupo C

Itália e Suíça também estão em uma disputa tensa. Ambas têm 14 pontos e duelam na quinta-feira, na Terra da Bota. Quem vencer, joga por empate no domingo, quando a Azzurra visita a Irlanda do Norte e os helvéticos encaram a Bulgária, em casa.

Grupo D

Atuais campeões do mundo, os franceses precisam de apenas uma vitória simples contra o fraquíssimo Cazaquistão, em casa, para ir à Copa do Catar. No caso de disputa pela repescagem, a história é diferente: Ucrânia, Finlândia e Bósnia, com nove, oito e sete pontos, respectivamente, brigam por uma vaga. Detalhe é que teremos duelos diretos entre os países do Leste Europeu, sendo que os escandinavos fecham com a França na última rodada.

Grupo E

Quem também está com um pé na Copa é a Bélgica, que encara a também fraca Estônia precisando apenas de uma vitória simples. A repescagem deve ficar com Gales, que tem o mesmo número de pontos do que a República Checa, mas um jogo a menos.

Grupo F

Com 100% de aproveitamento, a Dinamarca já está na Copa. Agora, o papo é a vaga na repescagem, que deve ficar com a Escócia, que tem quatro pontos a mais que Israel, e pega a Moldávia, saco de pancadas do grupo, na quinta, precisando apenas de mais uma vitória simples.

Grupo G

O Grupo G, por sua vez, tem o cenário mais improvável destas Eliminatórias. A Holanda lidera com 19 pontos, dois a mais que a Noruega, que tem a mesma distância para a Turquia. Na quinta, as três seleções terão adversários fáceis. Na última, entretanto, as duas primeiras fazem um duelo direto, nos Países Baixos, enquanto os turcos pegam Montenegro fora.

Grupo H

Rússia e Croácia brigam pela ponta. Os russos têm dois pontos de diferença, mas encaram os atuais vice-campeões do mundo fora na última rodada.

Grupo I

Com três pontos a mais que a Polônia, a Inglaterra pegará Albânia, que ainda sonha com Eliminatórias, e San Marino, que não somou nenhum ponto nestas Eliminatórias. Os ingleses precisam apenas de quatro pontos nesses dois jogos ou um tropeço dos polacos em duelos contra Andorra ou Hungria. Ou seja, a vaga é iminente.

Grupo J

A Alemanha foi a primeira a garantir a vaga na Copa do Mundo, sem muitas dificuldades. Porém, a repescagem tem um cenário interessante com Romênia (13 pontos), Macedônia do Norte (12) e Armênia (11) lutando. A sorte dos cárpatos é que enfrentam Islândia e Liechtenstein. Armênios e Macedônios fazem confronto direto no primeiro dos dois jogos de novembro.