Seleção do Equador pode ficar fora da Copa do Catar 2022

3 min. de leitura

Apesar de ter terminado as Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo de 2022 na quarta colocação e, portanto, classificada para a Copa do Catar, a seleção do Equador pode ficar de fora da disputa do Mundial deste ano. 

Isso porque a FIFA está com um processo disciplinar aberto contra a seleção equatoriana em que investiga uma queixa da Federação de Futebol do Chile, de que um jogador da seleção do Equador teria usado documentos falsos para atuar nas Eliminatórias da América do Sul. 

Entenda o caso

De acordo com a ação movida pela Federação de Futebol do Chile, o jogador Byron David Castillo Segura teria usado documentos falsos que concediam a nacionalidade equatoriana ao jogador, sendo que ele seria na verdade colombiano. 

Diante dessa denúncia, os chilenos pedem que o Equador perca os pontos dos oito jogos em que o Byron Castillo esteve em campo pela seleção equatoriana. 

Caso a punição seja confirmada, o Equador perderia sua vaga na Copa do Mundo do Catar 2022 Porém, ainda não se sabe se os pontos iriam direto para os adversários do Equador (o que beneficiaria o Chile) ou se as seleções que terminaram abaixo na classificação subiriam na tabela (casos de Peru e Colômbia). 

Equatoriano ou colombiano?

A polêmica envolvendo o jogador não é recente. Em 2017, Byron Castillo chegou a ser dispensado pela seleção equatoriana sub-20 após ser acusado de ter nascido na Colômbia. 

Na época, a suspeita era que ele teria adulterado a documentação e trocado o local de nascimento. Porém, quatro anos mais tarde, após investigação, Byron teve a nacionalidade equatoriana confirmada. 

Reviravolta

A Federação de Futebol do Chile alega ter conseguido novas provas que comprovam que o jogador nasceu na Colômbia e não no Equador, o que impossibilitaria a convocação dele pela seleção equatoriana. 

Segundo os chilenos, Byron Castillo nasceu na cidade de Tumaco, na Colômbia, no dia 25 de julho de 1995. Porém, os equatorianos defendem que o jogador nasceu na cidade de General Villamil Playas, no Equador, no dia 10 de novembro de 1998.

O que diz a defesa?

Em sua defesa, a Federação Equatoriana de Futebol afirma que já apresentou todos os documentos que comprovam a nacionalidade equatoriana de Castillo e aguarda a posição da FIFA. O parecer da FIFA sobre o caso deve ser divulgado em breve.