Leory Sane a estrela para a Alemanha na Eurocopa 2021

Após o fracasso da “missão de defesa do título” na Copa do Mundo de 2018, o objetivo da seleção alemã no Campeonato Europeu é retornar ao restrito círculo das principais nações da Europa. Desde 1996, a equipe da DFB está esperando o título da Eurocopa 2021 – apesar do atraso de um ano devido à pandemia COVID-19, deve finalmente voltar ao caminho certo e esquecer o infortúnio da Rússia.

Leroy Sané tem grandes esperanças para a equipe. O jogador do Bayern de Munique, cuja ausência do elenco da Copa do Mundo de 2018 causou muita comoção, deve impulsionar a Alemanha com suas qualidades para a escalação inicial.

A Alemanha enfrentará Portugal, França e Hungria no Grupo F da Eurocopa na Allianz Arena, em Munique.

Leroy Sané na Eurocopa

As informações mais importantes 🇩🇪 Leroy Sané
Clube FC Bayern Munique 🇩🇪
Posição Ponta esquerda
Data de nascimento 11/01/1996
Altura 1,84 m
Jogos / Gols equipe nacional 27/6 (Data: 20/04/21)
Valor de mercado €70mm (Data: 20/04/21)
Maior sucesso equipe nacional Semifinal Eurocopa 2016

A carreira de Leroy Sané no conto de fadas

Leroy Sané é sem dúvida um dos maiores talentos do futebol alemão de hoje. Filho de pai senegalês e mãe alemã, Sané já era considerado um jogador com talento excepcional desde cedo.

Em 2001, Sané começou sua carreira na SG Wattenscheid 09, onde seu pai Souleymane jogou por muitos anos. Em 2005, ele se mudou para o FC Schalke 04, e após três anos, o Bayer 04 Leverkusen, rival do campeonato, notou o craque e o contratou. Depois de ganhar o campeonato da Alemanha Ocidental com a equipe juvenil “Werkself”, Sané voltou à academia juvenil do FC Schalke “Knappenschmiede” em 2011.

Dos juniores à equipe de principal

Após suas boas atuações, especialmente na Liga Jovem da UEFA, foi oferecido ao jovem um contrato profissional, que deveria ser originalmente a partir da temporada 2015/16. Entretanto, como era necessário antes, Sané fez sua estréia para a equipe de “Königsblauen” em 20 de abril de 2014 contra o VfB Stuttgart.

Na temporada seguinte, o lateral esquerdo desempenhou um papel cada vez mais importante para o Schalke, até mesmo o técnico nacional Joachim Löw notou o talento e o convocou no outono de 2014 contra a Holanda pela primeira vez para a seleção principal, onde causou uma impressão duradoura com o gol da vitória por 3×2 usando uma camisa da Alemanha.

2015/16 finalmente viu o avanço definitivo da Sané. Com o Schalke 04, ele progrediu com desempenhos excepcionais para se tornar um jogador absolutamente chave e foi celebrado em vários meios de comunicação alemães como a “estrela cadente da primeira metade da temporada”. Na seleção nacional, Sané tornou-se membro permanente do plantel, mas não pôde confirmar seu desempenho na Bundesliga.

A Premier League bate à porta

No verão de 2016, veio bater à porta de um clube de alto nível, o Manchester City, e Sané se mudou de Gelsenkirchen para a ilha por uma transferência de cerca de 50 milhões de euros. Antes disso, o primeiro grande marco internacional na jovem carreira do jogador veio com sua aparição na Eurocopa 2016 na França, na qual a seleção alemã perdeu para os anfitriões nas semifinais da Eurocopa 2016 em sua única aparição.

Inicialmente, as coisas não correram conforme o planejado em Manchester, e Sané teve que se contentar com o papel de reserva na equipe superestrelada de Pep Guardiola. Entretanto, 2017/2018 deveria ser um ano recorde para o alemão e sua equipe. A cidade ganhou o título e Sané contribuiu enormemente com grandes desempenhos, além de ser eleito o “Jovem Profissional do Ano”.

Sané não esteve na Copa do Mundo 2018

A expectativa da mídia foi aumentada quando o treinador Löw decidiu não levar o jogador para a Copa do Mundo da Rússia em 2018. A decisão já foi fortemente criticada pelos especialistas e pela mídia no período que antecedeu o torneio, e o desempenho desastroso da equipe alemã reforçou esta opinião. Posteriormente, Sané foi mais uma vez um componente regular do agora rejuvenescido esquadrão.

Verão de 2019: Sané sofre com o ligamento cruzado

No verão de 2019, o jovem Leroy Sané sofreu um grande revés quando, em agosto, machucou seu joelho na final do Community Shield contra o Liverpool FC. Quando o Manchester City ganhou o título nos pênaltis, o alemão caiu em um duelo de corrida no minuto 13 e imediatamente agarrou seu joelho. Sane foi imediatamente substituído e o diagnóstico não demorou muito para ser feito: lesão grave do ligamento cruzado, exigindo cirurgia.

No início de janeiro de 2020, o gerente da Manchester City, Pep Guardiola, anunciou que o joelho da Sané parecia bem e que ele logo voltaria ao treinamento da equipe. No entanto, Sané não jogou sua primeira partida após a grave lesão até 22 de junho de 2020 no jogo da Premier League contra o Burnley.

O atacante teria perdido a Eurocopa 2021, mas como a final teve que ser adiada por um ano devido à pandemia da COVID-19, Sané será elegível para jogar no grande evento.

Transferência para o FC Bayern Munique no verão de 2020

Desde o verão de 2019, tem havido repetidas especulações de que a Sané poderia em breve se juntar ao campeão alemão FC Bayern Munique. Mas o rompimento do ligamento cruzado que ele sofreu em agosto colocou um obstáculo em seu caminho. Ele foi forçado a fazer uma pausa de seis meses antes de voltar gradualmente ao treinamento de equipe com o Manchester City. Ele também não se comprometeu no inverno.

Entretanto, em 3 de julho de 2020, chegou o momento: o FC Bayern Munique confirmou a assinatura de Leroy Sané, que assinou um contrato de cinco anos e está pronto para começar a marcar imediatamente com o número 10 em sua camisa.

Onde há luz, também há sombra

Embora as habilidades de Sané sejam, sem dúvida, excelentes, ele não está sem controvérsia. Quando as coisas não correm conforme o planejado, o jogador é freqüentemente criticado por faltar a garra para dar a volta por cima.

Suas atuações com a equipe nacional são muitas vezes vistas como pouco inspiradas, e ainda houve a ocasional discussão doméstica com Pep Guardiola. Entretanto, em tempos recentes as coisas se acalmaram em Sané, que pode ter passado por um processo de amadurecimento e agora tem o que é preciso para liderar uma equipe.

O ritmo extremo da Sané é sua melhor arma. Além de um forte controle da bola, mesmo em ritmo acelerado, a estrela do Bayern também tem a criatividade para proporcionar momentos incríveis.

Sua excelente técnica de chute é também um de seus pontos fortes, e ele foi capaz de surpreender o mundo do futebol com gols mágicos em algumas ocasiões em sua carreira.

A Alemanha de volta à sua antiga glória com Sané?

Quando se pensa no desempenho sem brilho e sem imaginação da Alemanha na Copa do Mundo de 2018, rapidamente se torna claro que um tipo de jogador como Sané estava definitivamente ausente da equipe na Rússia. Com seu ritmo e habilidade de drible, o ex-Schalke é difícil de marcar e é sempre bom em decidir um jogo em um lance.

Se a equipe alemã puder ter um bom começo no torneio, e se o próprio Sane tiver um senso de realização precoce, ele poderá ganhar a confiança necessária e, com sua classe individual, tornar-se não apenas um jogador-chave para a Alemanha, mas também um dos melhores jogadores da Eurocopa 2021.

>> Voltar para as estrelas da Eurocopa